quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Avenida Jurucê






                                                                         


1962 - vindo da Avenida Ibirapuera, à esquerda a FAPAP, fábrica de parafusos que para mim era uma festa quando faziam greve porque os operários ficavam no portão que se vê, barrando a entrada de quem quisesse "furar a greve". Era um acontecimento!!! à direita, a casa da Celia Regina de Paula, um sobrado muito grande e que  era a mais nova construção da rua e depois vinham os quatro sobrados que faziam esquina com a Avenida Juquis. Em seguida a fábrica falida de fogões Junker e à esquerda ficava o enorme muro da Sherwinn Willians.
Celia querida, já não está mais entre nós mas deixo aqui o registro e minha saudade.
Mariangela e Dulce nunca mais tive noticias.
Sonia Maria Mangueiras, pequenina chupando pirulito, amizade que persiste  até hoje!

Maria Cezira Alberton de Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário