terça-feira, 28 de agosto de 2012

Indústrias que funcionaram no bairro de Moema

"Nossa,quanta lembrança me veio a tona quando achei este site.O que  mais lembro  são os cheiros característicos  das fábricas, quando minha mãe me puxava pelo braço fazendo compras no bairro,principalmente da Metalúrgica Bárbara e Tintas Sherwim   Williams que eram perto de casa (Rua Aratans),outra boa lembrança também  são os vitrais da  igreja N.S.Aparecida".  José Ivan Jacinto Coimbra


"Nossa trabalhei na Fiação Indiana, que foi fechada para se transformar no Shopping Ibirapuera,morava na Rua Jacutinga, com meus pais e minha irmã, e estudamos no Levy e no Grupo Escolar Cesar Martinez, fiz primeira comunhão na Igreja Nossa Senhora Aparecida e lembro que neste dia,minha mãe me acordou de madrugada para tomar o café da manhã, pois tinha que ficar 3 horas sem comer para poder comungar, andei muito a pé pelo bairro e quando passo por lá(é muito difícil isto acontecer, pois estou fora de S.Paulo há quase 30 anos),tem lugares que tenho dificuldades para reconhecer.A agencia do Joquei lembro bem, meu tio era alfaiate na casa ao lado e em frente tinha o cine Joa, ninguém  lembra dele, grande matines.Saudades daqueles tempos." Maria Cristina Di Pace Schmidt


"É interessante que só agora ao ler esta lista me dei conta de  quantas indústrias havia no bairro.Isso me trouxe uma imagem muito antiga que acontecia todos os dias na minha vida prá casa,no ônibus escolar.Sempre por volta de uma da tarde,passando pelas ruas de Moema, que chamávamos de Indianópolis,onde moravam muitos alunos, a gente se deparava com as calçadas repletas de trabalhadores esparramados numa preguiça gostosa de quem havia acabado de almoçar.Agora entendo melhor aquelas cenas e sinto saudade."  Suely Piedade Santos


"Assim como a Suely  a lembrança que tenho é a de ver os trabalhadores da Indústria de Linhas Setta na Avenida  Ibirapuera, depois do almoço, alguns sentados na mureta, outros em algum cantinho protegidos pela sombra do muro jogando conversa fora e um  e outro tentanto um cochilo." Marcia Ovando

INDÚSTRIAS  QUE FUNCIONARAM  NO  BAIRRO:

.Metalúrgica  Bárbara
.Indústria Itaúna de Bomba d água
.Linhas Setta
.Sucos k- refresco
.Fábrica de Bomba d água vempa
.Sherwim Willians tintas
.Indústria  Yanes
.Indústria Impacta
.Indústria de Transformadores Wilkason
.Pial Indústira  Interruptores
.Eletrodos Fredotti
.Máquina de Solda Simonek
.Indústrias Durlin
.Parafuso Fapap
.Fiação Indiana
.Tecelagem das Américas
.Fiat Lux
.Brindes  Pombo
.Indústria de Conservas Irmãos Machatanz

2 comentários:

  1. Luiz Guimarães1/07/2013 1:02 PM

    Marcia, nessa época eu morava na Rua Projetada (!) - hoje Rua Lydya Simões Cabral, pequena rua que liga a Iraí com a Moací. Lembro-me que ficava com a "turma" da Moací lá pelas 16h, esperando a saída das moças que trabalhavam na Fiação Indiana. Nos fundos da fábrica ficava o clube dos funcionários da Real, onde jogava basquete e dançava nos bailes nos sábados à noite...Aprendi a jogar snooker no grêmio da Metalúrgica Barbará, na Jandira - naquela época, era o único lugar que permitia isso a menores de 18 anos...Bons tempos...
    Hoje moro o Planalto Paulista, mas ainda mantenho estreito vínculo com Moema (na época Indianópolis), atuando como voluntário na Igreja N.Sra. Aparecida.
    Um Abraço,
    Luiz Guimarães

    ResponderExcluir
  2. Curioso..Quando li seu comentário me lembrei de uma tampa de metal que ficava na calçada da esquina da Jurupis com a Jamaris onde meu saudoso pai -não me pergunte o porquê- me mostrou a tampa e comentou a curiosidade do acento tônico em Barbará.

    ResponderExcluir